http://frameptp.com/promote.php?id=342c2ad952f8cca815527f986f0d9bdf

martes, 7 de junio de 2016

O bicho de sete cabeças

Vale dizer, esse pesadelo da língua portuguesa: a confusão entre o futuro do subjuntivo e o infinitivo pessoal. Muitas vezes se confundem e nós não sabemos qual dos dois usar. Ou, ao ler, qual está sendo usado. E' verdade que existe uma regra gramatical neste caso (o infinitivo pessoal é regido por preposição e o futuro do subjuntivo por conjunção), mas a boa notícia é a seguinte: em espanhol nunca teremos este problema, simplesmente porque não existe infinitivo pessoal nenhum! Além disso, em se falando do futuro do subjuntivo, sim, existe, mas é empregado em casos verdadeiramente limitados, por ex. em obras literárias antigas de renome, em poemas. 'As vezes, o futuro do subjuntivo espanhol é ainda utilizado em alguns documentos de grande solenidade. Na linguagem falada, nunca ouvi ninguém usa-lo. Nem nas escritas fora daquelas indicadas, por cultas que forem. Pode-se até dizer que trata-se de um tempo verbal de séculos passados, que bem poderia sumir como o acento circunflexo...porem é melhor deixar esta questão na mão da Real Academia Española... 

No hay comentarios.:

Publicar un comentario